Abacate – Antioxidante Diferente

Pêra abacate ou simplesmente abacate é o fruto da Persea americana, uma espécie nativa do México e da mesma família da canela e da cânfora. O seu exterior é verde de aspecto rugoso, enquanto que o seu interior possui uma cor amarelada. A sua semente é de grandes dimensões (pode ser maior do que 5 centímetros) e o fruto em si tem uma forma semelhante à pêra que comemos habitualmente. Ao contrário da maioria dos frutos, o abacate não é doce.

Abacate inteiro e cortado ao meio. Repare o quão grande é a semente.

Os abacateiros são típicas de climas tropicais e as suas flores realizam a autopolinização. Contudo realiza-se a polinização cruzada artificialmente para obter uma variabilidade genética para resistir melhor a doenças causadas por bactérias, vírus ou fungos.

O abacate é um fruto bastante completo:

  • É rico em vitaminas do complexo B, C, E e K, sendo assim um óptimo antioxidante;
  • Possui sais minerais como magnésio, fósforo e potássio, que ajudam a regular a pressão arterial;
  • A sua grande quantidade de carotenóides e de fibras proporciona ao organismo um bom funcionamento dos intestinos e evita doenças cardiovasculares e cancros;
  • É rico em gorduras monoinsaturadas, nomeadamente o ácido oléico que reduz o mau colesterol e participa na síntese de hormonas.

Apesar destes benefícios, o abacate possui quitinase (uma enzima) que pode provocar alergias, principalmente no sistema respiratório. As folhas do abacateiro também são tóxicas para muitos animais, como o cão.

Os Japoneses utilizam muito o abacate para pratos de sushi

Este fruto é muito utilizado na gastronomia vegetariana, em saladas, sopas, purés e batidos, assim como pelos japoneses na confecção de sushi.

E você, já comeu abacate hoje?

Autora: Ângela

Fontes:

http://www.whfoods.com/genpage.php?tname=foodspice&dbid=5

http://en.wikipedia.org/wiki/Avocado

Imagens retiradas de:

http://desertosedesertificacao.blogspot.com/2009/03/o-abacate.html

http://salonunidad.wordpress.com/

ABC das vitaminas

Hoje em dia todos nós sabemos que as vitaminas são fundamentais para a nossa saúde, no entanto, não nos preocupamos em saber em que locais estas actuam mais concretamente.

A vitamina A (retinol) encontrada na cenoura, abóbora, milho, ovo, leite e derivados é importante na manutenção dos epitélios (revestimento dos órgãos e as cavidades corporais internas), no combate dos radicais livres e na prevenção da “cegueira nocturna”.

Fontes de vitamina A

A vitamina C (ácido ascórbico) proveniente dos citrinos, tomate, repolho, entre outros, é essencial no combate de radicais livres, na prevenção de infecções, na cicatrização de feridas e queimaduras e na absorção de ferro (importante para o sangue, uma vez que ajuda no transporte de gases – oxigénio e dióxido de carbono).

Citrinos – vitamina C a dobrar!

A calciferol (vitamina D) é importante na prevenção do raquitismo e na manutenção dos ossos e dentes. É encontrada em maior quantidade no óleo de fígado de bacalhau, fígado, cereais e lacticínios.

Leite e seus derivados fornecem vitamina D

Tocoferol (vitamina E) previne a esterilidade e o aborto, danos na membrana celular e ajuda no combate aos radicais livres, sendo encontrada em carnes magras (peru, coelho, entre outras), lacticínios e peixe.

Sabia que os amendoins são óptimos "dadores" de vitamina E?

A vitamina K (naftoquinona) essencial na coagulação do sangue é encontrada em vegetais e na castanha.

As vitaminas do complexo B – B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3 (niacina ou ácido nicotínico), B6 (pirodoxina), B12 (cianocobalamina) – provenientes dos vegetais, carnes, ovos, cereais integrais, legumes, frutas, entre outros são indispensáveis para a oxidação dos alimentos, para o funcionamento dos sistemas nervoso e digestivo e intervêm na respiração celular.

Alimentos ricos em vitaminas do complexo B

Agora que já tem mais alguma informação sobre a importância das vitaminas no nosso organismo, pense se está a ingerir a quantidade adequada destas de modo a manter o seu organismo saudável.

Um copo de sumo de laranja natural em conjunto com uma salada de atum, ovo e legumes é uma óptima forma de as obter. Já viu como é fácil consumir vitaminas?

Autora: Juliana Ponte

Adaptado de:

http://www.suapesquisa.com/ecologiasaude/tabela_vitaminas.htm

http://www.saudepublica.web.pt/05-promocaosaude/051-educacao/vitaminas.htm

http://www.copacabanarunners.net/vita.html