Tangerina – Antioxidante Sumarento

A tangerina, Citrus reticulata, é uma fruta da família dos citrinos oriunda da Ásia que apresenta uma pequena dimensão e uma cor alaranjada.

Os gomos da tangerina são mais pequenos do que os da laranja e apresentam um maior número de pevides (sementes)

A sua polpa apresenta quantidades apreciáveis de vitamina A, vitamina C, fibras e sais minerais, sendo um dos que apresenta maior expressão o magnésio que tem um papel importante no organismo, nomeadamente na síntese das proteínas, na contracção dos músculos entre outras funções.

Como já foi referido em postagens anteriores, a vitamina A ajuda a aumentar a resistência às infecções e a manter os olhos e a pele saudáveis, enquanto que a vitamina C desempenha funções no sistema imunológico. A tangerina também ajuda a prevenir a arteriosclerose (endurecimento e espessamento das paredes das artérias), cancros, diabetes e doenças cardiovasculares. Para além disso apresenta um efeito diurético (facilita a excreção da urina) , digestivo, antioxidante e laxante.

Tanto a sua casca como as folhas da árvore podem ser utilizadas: as folhas para chá e a casca em doces e geleias.

E você, já comeu tangerina hoje?

Autora: Juliana Ponte

Fontes:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Tangerina

Castanha – Antioxidante Quentinho

Castanhas

Uma forma de preparar castanhas

Tendo em conta a época em que nos encontramos, é propício perguntar: que fruto é o mais apetecido, quando o frio começa a apertar e as lareiras se acendem? Possivelmente responderia o mesmo que eu, a Castanha. Comê-las sempre foi bom, mas muitas das pessoas não sabem se fazem bem, se fazem mal, a sua composição, para que fins pode ser usada, e até mesmo a sua origem.

Presumindo-se que sejam oriundas da Ásia Menor, Balcãs e Cáucaso, a castanha que comemos é, de facto, uma semente que surge do interior de um ouriço. Bastante ricas em vitaminas C e B6, e uma boa fonte de potássio, razão pela qual, em tempos antigos, esta substituía o pão, quando este escasseava. Ela é muito utilizada na cozinha tradicional. Pode ser comida assada, cozida, em puré, acompanhando um prato, e até mesmo substitui a batata na sopa, quando ainda não é tempo desta.

Em termos medicinais, a castanha contribui para aumentar a quantidade de leite materno, serve para pessoas com problemas de fígado ou rins, e ajuda pessoas que tenham dificuldades na digestão dos alimentos.

 Pense na sua saúde, por isso, coma castanha hoje!

 Informações extra:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Castanha

http://consultoriodeastrologia.blogs.sapo.pt/536862.html

Autora: Carolina Murta