Kiwi – Antioxidante dedicado

O kiwi ou quivi é o fruto da Actinidia deliciosa, com origem no Sul da China. O seu nome deve-se ao povo e às aves típicas da Nova Zelândia com o mesmo nome, uma vez que passou a ser um fruto muito exportado desse país a partir da década de 50. Apesar de ser muito apreciado e procurado, o kiwi foi introduzido no Ocidente só no início do século XX.

Quivi, ave nativa da Nova Zelândia que não é capaz de voar

O seu interior é verde, devido a grandes quantidades de clorofila (daí continuar verde mesmo após maduro) com pequenas sementes pretas e possui uma casca castanha com uma espécie de pêlos que é comestível (sendo rica em antioxidantes como os flavonóides) e uma forma oval, semelhante a um ovo.

O kiwi é dos frutos com a maior quantidade de compostos benéficos para a saúde:

  • É considerado o fruto com a maior percentagem de vitamina C, sendo portanto um poderoso antioxidante;

  • As suas quantidades elevadas de vitaminas A, E e do complexo B previnem doenças cardiovasculares, cancros e auxiliam o sistema imunológico;

  • Também é rico em minerais como o cálcio, magnésio, ferro e potássio que ajudam a controlar a tensão arterial;

  • É muito bom para combater o mau colesterol devido às suas fibras;

  • Das suas sementes podem ser extraídos ácido fólico e óleos do grupo do ómega-3, protegendo assim os neurónios e o coração;

  • É baixo em calorias, pois grande parte do fruto é constituído por água.

Kiwi inteiro no topo e cortado ao meio em baixo

Os seus benefícios fazem dele um fruto de eleição pelos asmáticos e diabéticos, assim como é indicado para constipações e casos de prisão de ventre. Comido principalmente ao natural, não é aconselhável o seu uso em sobremesas com leite e produtos lácteos, como o iogurte, ou em gelatina, pois destrói as proteínas destes.

E você, já comeu kiwi hoje?

Autora: Ângela 🙂

Fontes: http://kiwi-fruit.info/

http://en.wikipedia.org/wiki/Kiwifruit

Anúncios